Eleição para conselheiro tutelar de Pinhais é no próximo domingo

Pela primeira vez a eleição será realizada em urnas eletrônicas, e outro diferencial é que o eleitor poderá votar em apenas um candidato

eleicao-conselho-tutela

No próximo domingo, 20, das 8h as 17h, será realizada em Pinhais a eleição para conselheiro tutelar, gestão 2013-2016. O pleito vai eleger cinco conselheiros tutelares, ficando os demais, pela ordem de votação, como suplentes. Tem direito a voto o eleitor do município de Pinhais, apto a votar, que se inscreveu no Tribunal Regional Eleitoral até 20 de julho deste ano.

A eleição acontece a cada três anos e é realizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, com apoio da Prefeitura Municipal. A Secretária de Assistência Social, Rosângela dos Santos salienta que o voto, neste caso não é obrigatório, mas que é importante que a população compareça para exercer o seu direito. “O conselheiro tutelar tem um papel muito importante na proteção à criança e ao adolescente, sempre que seus direitos forem ameaçados ou violados. Então é importante que a população escolha pessoas preparadas para atender as demandas que aparecem”, reforça Rosangela.

Ao todo serão treze locais de votação, que podem ser conferidos no site da prefeitura. É importante que o eleitor se informe antecipadamente sobre o seu local de votação, que nem sempre é no mesmo lugar das eleições oficiais.

Clique e confira os locais de votação

 

Diferencial

Este ano, duas situações diferentes marcam a eleição. A primeira delas é que dos 12 concorrentes, o eleitor poderá escolher apenas um candidato para votar. E a outra é que pela primeira vez, o município terá votação eletrônica.

Com o sistema de urnas eletrônicas, além de facilitar para o eleitor, também facilita a contagem dos votos. A previsão é que o resultado das urnas já seja conhecido no máximo até as 20h de domingo.

Para votar

Poderá votar qualquer eleitor do município de Pinhais, que esteja com seu título de eleitor em dia. Caso compareça a sessão sem o título, o eleitor poderá votar apresentando um documento de identificação oficial com foto, desde que seu nome conste na listagem do Tribunal Regional Eleitoral do município.

Deixe uma resposta