Projeto transforma caixas de leite em mantas térmicas para doação às pessoas em situação de rua

Além das mantas térmicas, roupas e alimentação, nesses dias mais frios o município oferece abrigo às pessoas em situação de rua

Uma iniciativa idealizada pela Secretaria de Assistência Social (Semas) e pelo Clube de Mães de Pinhais está transformando embalagens de caixa de leite em mantas térmicas que são doadas às pessoas em situação de rua.

O projeto “Tecer para Aquecer” surgiu da preocupação de duas questões: o descarte de embalagens de caixa de leite que vão para lixo, e poluem o meio ambiente, e as baixas temperaturas do inverno que fazem com que pessoas que dormem nas ruas do município passam frio e sofrem com a situação.

Esta ideia começou quando a servidora Cintia Siqueira Ferreira de Melo, coordenadora do Núcleo Norte de Pinhais, publicou um vídeo em sua rede social comentando sobre as mantas térmicas produzidas com as caixas de leite.  A publicação foi assistida por Regiane Franceschini, funcionária da Empresa Sig Combibloc, com sede na Suíça e filial em Campo Largo. 

Ao assistir o vídeo, ela se sensibilizou com a ação desenvolvida em Pinhais e fez uma doação do material utilizado para a fabricação das caixas de leite, que foi enviado cortado no tamanho ideal para a fabricação das mantas térmicas, contribuindo para o trabalho de produção das peças.

Para o diretor do Departamento de Proteção Social Especial, Marcus Vinicius Cardoso da Silva, a entrega destas mantas térmicas é de extrema importância, porque cumprem com os objetivos de  ajudar as pessoas a suportarem melhor o frio, principalmente para aquelas que estão desprovidas de proteção, pois nem todos aceitam ir para o acolhimento institucional. 

“Essa é também uma forma de levar às pessoas que vivem em situação de rua, o mínimo de dignidade, valorização e respeito à vida, à cidadania e respeito às condições sociais em que estão inseridos, que é um direito de todos os cidadãos”, falou o diretor.

Já a secretária da Assistência Social (Semas), Rosangela Batista da Silva Duarte, avaliou positivamente o projeto em diferentes pontos. “A reutilização desses materiais também mostra uma preocupação ambiental e a viabilidade econômica do projeto, pois possibilitou que a produção do protótipo fosse de baixo custo, uma vez que foram doadas por servidores da Assistência Social”, disse a secretária.

Serviço de abordagem social e acolhimento

É importante ressaltar que nesses dias mais frios servidores do Centro de Referência de Assistência Social (CREAS), passam pelas ruas de Pinhais oferecendo abrigo para pessoas em situação de rua. Aqueles que não aceitam o acolhimento recebem as mantas térmicas, roupas e alimentação.

Quem avistar uma pessoa em situação de rua, pode entrar em contato com o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) pelo telefone 3912-5218 das 8h às 17h, ou pelo telefone do plantão 99206-3843, que funciona após às 17h e durante a noite e madrugada.