Prefeitura inicia reforma e ampliação na Escola José Brunetti Gugelmin

Para melhorar a qualidade do espaço público, garantir um melhor atendimento e bem estar aos alunos da rede municipal de ensino, a Prefeitura de Pinhais iniciou as obras de reforma e ampliação na Escola Municipal José Brunetti Gugelmin, no bairro Pineville. A prefeita Marli Paulino assinou na última terça-feira (20), em seu gabinete, a Ordem de Serviço para início das obras.

“Trabalhamos para atender todas as necessidades dos nossos cidadãos, e a educação é vista com muito carinho pela nossa administração. A reforma nesta Unidade, bem como a construção de novos espaços, além de promover a conservação predial, contribuirá para a segurança, proporcionará mais conforto para todos e melhores condições de trabalho para os nossos profissionais”, destacou a prefeita. 

Serão reformados aproximadamente 1.650m² e construídos mais de 350m², totalizando aproximadamente 2 mil m², com conclusão prevista para o segundo semestre do próximo ano. Atualmente a Escola conta com nove salas de aula, laboratório de informática, sala de reforço, biblioteca, cinco banheiros, cozinha com despensa, área de serviço, quadra esportiva e demais dependências, distribuídos em dois blocos.

No bloco 1 serão reformados os banheiros dos educandos, com a inclusão de banheiros para Pessoas com Deficiência (PcD) dentro das normas estabelecidas. Nas oito salas de aula serão colocadas pastilhas cerâmicas nas paredes e pintura. O piso em taco de madeira será restaurado, lixado e aplicado verniz, a fim de preservar as qualidades termo acústicas do material, sendo este o mais indicado para uso em salas de aula. No pátio interno e corredores será refeito o piso em granitina que está bastante deteriorado, e as paredes serão revestidas com pastilha cerâmica e pintura para melhor manutenção.

Ainda no Bloco 1, a cozinha será reformada e ampliada para propiciar melhores condições de trabalho às merendeiras, com redistribuição dos espaços. Ao lado da cozinha será executado um refeitório para que os alunos tenham um espaço adequado e confortável para alimentação. A área de serviço, com lavanderia, depósito, vestiários e um pátio de serviço, será construída anexa ao bloco 1, com uma circulação de serviços totalmente independente.

A área administrativa, que antes estava no bloco 2, será transferida para o anexo que será construído ao lado do bloco 1. Neste local ficarão a secretaria, com espaço para arquivo independente, diretoria, sala da pedagoga, sala dos professores com copa e depósito separado, biblioteca, depósito geral e instalações sanitárias. A construção deste anexo permitirá um maior controle de quem entra na unidade, pois ficará em posição estratégica, próximo ao portão de acesso da Escola, propiciando um melhor atendimento à comunidade escolar.

No bloco 2 ficarão mais três salas de aula, uma sala multiuso, laboratório de informática, depósito de artes, além de uma sala extra e instalações sanitárias. O piso cerâmico será substituído por granitina, pois a durabilidade é maior e a manutenção bastante simples, o piso de taco será restaurado, lixado e envernizado. 

Todas as esquadrias de ferro serão substituídas por esquadrias de alumínio, pois estão deterioradas e com funcionamento limitado. Serão executadas novas coberturas nos dois blocos, com telha tipo sanduíche que permite uma melhor vedação e mínima manutenção. O castelo d’água, hoje em concreto e com a estrutura comprometida, será substituído por um castelo metálico, com maior capacidade de armazenamento de água. 

A quadra esportiva será revitalizada, com nova pintura e revestimento em pastilha cerâmica nos pilares. As fachadas de toda a escola serão revitalizadas com o reaproveitamento das pastilhas cerâmicas existentes e colocação de pastilhas novas, além de pintura a fim de garantir maior durabilidade e conservação das edificações. A área externa será toda revitalizada e reestruturada com novo calçamento em paver e concreto poroso, com espaços melhor distribuídos e mais adequados, como parquinhos, sala ambiente, horta e espaços de circulação, propiciando atividades externas de melhor qualidade aos educandos.

A obra ocorrerá sem comprometer as atividades presenciais, quando estas retornarem, pois os diversos espaços da escola atendem a demanda dos alunos. Quando retornar às atividades, as presenciais ocorrerão de forma escalonada em pequenos grupos de segunda a quarta-feira, tendo assim número reduzido de alunos em cada dia da semana.