A prefeita de Pinhais, Marli Paulino, fez uma visita nesta quinta-feira (2) ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba – IPPUC. Na oportunidade, Marli apresentou ao prefeito Rafael Greca demandas de regiões de divisa entre as duas cidades nas áreas da integração viária e drenagem. São pontos de interesse para o benefício da população de ambas as cidades, que há anos esperam por solução.
Ligação do Autódromo
Marli apresentou um projeto de ligação das Avenidas Iraí, em Pinhais, com a Maurício Fruet, em Curitiba, facilitando a ligação entr os dois municípios e o Autódromo Internacional. A proposta é a da execução de um projeto de integração viária a partir da transposição da via férrea de maneira que não haja interferências no trajeto entre as duas cidades.
“Vamos incluir esta demanda no Projeto de Integração do Transporte Metropolitano a ser feito em parceria com o Governo do Estado com recursos do Fundo de Desenvolvimento Urbano”, disse Greca. “Curitiba e Região Metropolitana são uma só”, completou.
Ponte que liga ao Bairro Alto
Outro pedido apresentado por Marli Paulino foi a da construção de uma ponte sobre o Rio Atuba para a ligação da Avenida Apucarana, em Pinhais, à Rua Guglielmo Marconi, no Bairro Alto. Trata-se de um projeto já contratado pela Prefeitura de Pinhais e que deverá contar com contrapartida de Curitiba.
Ampliação na Av. Vitor Ferreira do Amaral
Também foi apresentado ao prefeito da capital o pedido de adequação geométrica da Avenida Victor Ferreira do Amaral na divisa com Pinhais, para que seja ordenado o fluxo intermunicipal de veículos que vêm desde a Rodovia João Leopoldo Jacomel (de Pinhais a Piraquara), que está sendo ampliada pelo Governo do Estado. “As obras de triplicação da pista na rodovia já estão em fase de conclusão. Num pequeno trecho, onde começa o município de Curitiba ainda há duas pistas, o que ocasiona congestionamentos”, explicou Marli, justificando a necessidade da obra.
Dragagem do rio Atuba
A pedido do prefeito de Curitiba, em concordância com a prefeita de Pinhais, ambas as cidades deverão também tratar em conjunto de ações de drenagem do Rio Atuba, em reunião técnica a ser marcada com a participação de representantes da Secretaria Municipal de Obras.
“São questões de divisa entre municípios que não podemos resolver sozinhos”, disse Marli. Segundo ela, os problemas apresentados já perduram há muito tempo. “Acreditamos que haja solução, porque o prefeito Greca tem boa vontade e gosta de fazer.”
A reunião com a prefeita e o ex-prefeito de Pinhais abre um ciclo de tratativas com os demais administradores das cidades vizinhas a Curitiba. “Para amarrar o projeto de integração metropolitana vamos criar uma agenda de reuniões com todos os prefeitos vizinhos”, disse Greca.